• “WRIGHT” OR WRONG? – DeRose

    parahistoria9

    Consta que Santos Dumont teve que sair do Brasil porque seus compatriotas o consideravam louco. Imagine, falar sobre seus devaneios de querer voar! Imagine, querer carregar no pulso um relógio. Afinal, todos sabem que o lugar de relógio é no bolso do colete. Mas ele voou! E inventou o relógio de pulso que toda a Humanidade usa até hoje… no pulso!

    Existe toda uma barreira cultural praticamente intransponível às idéias que surgem fora das fronteiras dos países que fazem parte do clube. Eles não reconhecem o fato histórico de que o primeiro a conseguir o vôo de um aero-plano mais pesado que o ar foi o brasileiro Alberto Santos Dumont e insistem na balela de que foram os irmãos Wright.

    Somente os brasileiros e os franceses reconhecem que o primeiro a conseguir o vôo de um aeroplano mais pesado que o ar foi o brasileiro Santos Dumont, embora muitos insistam na lenda de que foram os irmãos Wright.

    Filmes da época provam que o aparelho deles não venceu a força da gravidade, não decolou, mas foi catapultado por um mecanismo de disparo e depois planou com o auxílio de um motor.

    Na verdade, planou como uma pedra, pois teria “voado” quarenta e poucos metros, menos que o comprimento da classe econômica de um Boeing 747! Mesmo assim, seu “vôo histórico” ter-se-ia realizado sem testemunhas, sem a imprensa, sem a presença de autoridades, ao contrário de Santos Dumont que realizou seu grande feito com testemunhas, jornalistas e autoridades.

    Depois que ele voou com o mais pesado que o ar, os irmãos Wright afirmaram que já haviam feito isso antes, na sua fazenda, sem testemunhas. Nunca, no mundo científico, aceitou-se tamanho absurdo.

    Em 2004, para comemorar os 100 anos da data que os irmãos Wright declararam ter voado, cientistas nos Estados Unidos reconstruíram o aeroplano Wright com tecnologia do século XXI, baseados no projeto original.

    E… incrível! Nem com a tecnologia do Terceiro Milênio a geringonça conseguiu voar! Pior: o fiasco foi documentado e levado ao ar em todo o mundo pela Discovery Channel e reprisado várias vezes.

    De mentiras históricas a História oficial está cheia.

    Outro fato semelhante foi o da invenção da máquina de escrever, cuja idéia genial está sendo usada até hoje no teclado dos computadores. Quem a inventou foi o padre paraibano Francisco João de Azevedo Júnior. Em 1861 a máquina já estava na Exposição Agrícola e Industrial de Pernambuco. No entanto, em 1867 Christopher Latham Sholes passou à História como seu inventor.

  • Beleza Sustentável – DeRose

    flor

    Beleza sustentável é aquela maneira de se expressar na vida, na família e no trabalho, de forma a deixar satisfeita e realizada a própria pessoa acima de tudo e os demais por consequência. Beleza sustentável é aquela que pode e deve ser cultivada independentemente da cosmética e das plásticas, as quais podem atuar como coadjuvantes, mas jamais como solução mágica. Beleza sustentável é aquela que resiste ao longo dos anos, seja qual for a idade da pessoa e sempre arranca exclamações de admiração.

    Esse conceito de beleza pode ser aprendido e incorporado na sua maneira de ser, atuar e influenciar o seu universo de atuação (cônjuge, familiares, amigos, colegas de trabalho, de faculdade ou de esporte, inclusive os desconhecidos com os quais cada um de nós cruza diariamente).

    Trata-se de uma beleza interior que extrapola os limites internos e extravasa para o corpo, produzindo nele o reflexo exterior. Não se trata de um padrão estereotipado de beleza hollywoodiana e sim da beleza verdadeira, portanto, sustentável, aquela que pode ser mantida por anos ou décadas. Você, certamente, já passou pela experiência de se sentir a pessoa mais linda do mundo, arrebatadoramente bela, só por ter sido alvo de uma conquista, de um elogio proveniente da pessoa certa ou por ter tido o seu valor reconhecido. Ora, nenhuma dessas coisas constitui um fator físico e, no entanto, seus amigos e familiares notaram e comentaram que você estava exuberante. O que é isso, senão a felicidade e a auto-estima que faz desta pessoa um ente especial?

    Dentro do conceito de desenvolvimento integral do ser humano que desenvolvi nestes cinquenta anos de profissão que comemoro em 2010, estruturei conceitos e técnicas que aprimoram a mente, o emocional e o corpo também. Com o objetivo de preservar a sua própria sustentabilidade, a importância da beleza interior é fundamental para a química que amalgama a beleza física, a beleza espiritual, a beleza financeira, a beleza emocional e qualquer outra.

    A beleza mental é a reprogramação através da qual a pessoa gera arquétipos, ou moldes mentais, para nos ajudar a superar as duras circunstâncias da vida quando elas ocorrerem, como de fato ocorrem frequentemente. Por vezes, é um tom de voz; outras vezes é uma fisionomia; e outras, é uma determinada palavra que pode desencadear um estado de hostilidade por parte do cônjuge, do amigo ou do colega de trabalho. Contudo, se você já construiu o arquétipo ou molde mental sobre como administrar conflitos, você se converte em uma pessoa linda, que todos admirarão.

    Hoje, as empresas podem trabalhar o conceito de beleza mental dentro da concepção geral de Beleza Sustentável, para que os seus funcionários tenham mais motivação e desempenho.

    Precisamos reconhecer que o surgimento de uma hostilidade em uma relação afetiva pode deteriorar o afeto e comprometer o relacionamento, às vezes, definitivamente. Da mesma forma, um estado de hostilidade entre colegas de trabalho compromete seguramente o bom ambiente profissional e deteriora a produtividade. Pessoas felizes produzem mais e melhor. Pessoas felizes vivem mais e com melhor qualidade de vida, que constitui uma das especialidades do nosso Método.

    A mensagem mais importante para quem nunca se preocupou com a beleza mental é: todos os dias novas fornadas de concorrentes estão sendo lançadas no mercado de trabalho, assim como no “mercado”, se assim podemos dizer, da concorrência afetiva. É urgente que cada pessoa se preocupe com a sua atualização e auto-superação constante. Ao longo da minha vida observei que as mulheres que conseguiam tudo o que queriam – fosse no âmbito profissional, fosse no afetivo – não eram as esculturais. Eram as que possuíam beleza interior. Elas cativavam, conquistavam e seduziam pelo olhar, que expressa o que cada um tem de verdadeiro dentro de si.

    DeRose

  • DeRose Festival São Paulo 2015

    Um evento que reuniu ministrantes de alta performance do mundo inteiro! Foram 3 dias com diversos treinamentos e uma série de atividades para aproveitar um local especial, com atrações 24 horas por dia.

    11880537_10153118501503435_5641957814309587562_n

    Contamos com demonstrações de coreografias poderosas, dentre elas, a da nossa Diretora Melina Flores e do instrutor Diego Nogueira!

    11887908_10153118501493435_1381738263423509766_n

    Esta foi a animada turma da Escola Copacabana que foi ao evento. Tivemos a oportunidade de reforçar os laços de amizade e companheirismo!

    11905806_10153118501688435_5872712153298271513_n

    “Amizade que partilha,
    companheirismo que participa,
    parceria que ajuda,
    cumplicidade que assume.” DeRose

  • DeROSE Method e as porcelanas britânicas

    Explicando, percebemos a diferença – por DeRose

    elegante-gomil-em-porcelana-inglesa-com-motivos-florais-14654-MLB4582856074_072013-F

    Assisti a um documentário em que uma conceituada fábrica de porcelana britânica estava falindo porque não conseguia competir com os preços das fábricas chinesas. A população da Grã-Bretanha estava, obviamente, preferindo comprar pelo preço mais baixo.

    Já em vias de fechar as portas, depois de mais de duzentos anos de funcionamento, a fábrica inglesa decidiu se despedir do seu público fazendo uma campanha de esclarecimento de como era feita a porcelana britânica.

    Depois que as pessoas entenderam como era feita a porcelana, a procedência da matéria prima, a formação dos artesãos e técnicos, os cuidados com a qualidade, a durabilidade do produto e, acima de tudo, a valorização de uma empresa séria e tradicional, bem como a de um trabalho bem feito, todas passaram a recusar os produtos baratos made in China e passaram a fazer questão de pagar mais caro por uma porcelana de qualidade.

    As pessoas passaram a se sentir orgulhosas de sentirem-se apoiadoras, quase sócias, da empresa tradicional. Consultadas em pesquisa nas ruas sobre por que aceitavam pagar mais caro, todas disseram que se sentiam responsáveis por incentivar a existência de um trabalho nacional tão antigo e que se esforçava para fazer o melhor produto.

    O nosso caso é semelhante, só diferindo pelo fato de que nossa empresa vai muito bem, obrigado, e se expandindo cada vez por mais países da Europa e das três Américas.

    É semelhante, porque nossos preços são mais elevados e o público prefere praticar conosco do que pagar bem menos para aventurar-se em algum serviço supostamente semelhante.

    Veja o caso dos livros da nossa Editora Egrégora. Eles são mais caros do que seus assemelhados. Nossos diferenciais são que imprimimos em papel reciclado (mais caro), rodamos vários dos nossos livros em quatro cores ou encadernamos com capa dura e as páginas são perfumadas. Isto, sem contar o conteúdo, cujo valor intrínseco é certamente incomparável.

    Além de tudo isso, nossos alunos e simpatizantes sentem-se orgulhosos por respaldar um trabalho tradicional, com mais de meio século, o mais antigo do Brasil nesta área. Um trabalho realizado hoje por um exército de profissionais sérios, formados, que se esforçam para fazer nada menos que o melhor em tudo: nas aulas excepcionais, nos produtos de alta qualidade, nas coreografias incomparáveis, no carinho, simpatia, cordialidade e profissionalismo em tudo dentro das escolas que ostentam orgulhosamente a marca DeROSE Method.

    Agradecemos aos nossos incentivadores, graças a cuja valorização do nosso trabalho conseguimos prosseguir por tantos anos melhorando sempre.

    A você, nosso muito obrigado!

  • Método DeRose sem fronteiras!

    “O mundo não deve ter fronteiras, mas horizontes.”  André de Botton

    Há alguns anos a tecnologia vem proporcionando à Escola Copacabana a possibilidade de transmitir a Nossa Cultura por todo o mundo. Já ministramos aulas práticas e teóricas do coração do Rio de Janeiro para Niterói, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paris, Holanda, Londres, Dallas, San Diego, Los Angeles, Colômbia, dentre muitas outras cidades.

    22106_10152800096753435_5108200027434054295_n

    Sendo o Rio de Janeiro uma cidade cosmopolita, praticar conosco à distância é interessante principalmente para quem tem algum laço, ou gostaria de ter, com a Cidade Maravilhosa. Você terá aqui amigos e uma família para quando vier e, principalmente, muitos outros motivos para que as visitas sejam mais frequentes!

    rio

    “A tecnologia sempre me fascinou. É impressionante como ela pode nos fazer crescer, evoluir. Claro que como qualquer outra ferramenta, deve ser utilizada de forma consciente. Melhor ainda quando podemos utilizá-la para conquistar ainda mais consciência. Esse é o caso quando pratico o Método DeRose on-line com o meu monitor Antonio Prates. Eu no Rio de Janeiro, ele em Itú – São Paulo! Assim mantemos semanalmente uma relação de amizade e aprendizado.” Diego Nogueira

    10801906_10152657086713435_2629036062225333986_n