• Festival em Florianópolis

    Nos dias 17, 18 e 19 deste mês instrutores e alunos da Escola Copacabana participaram do incrível DeRose Festival em Florianópolis! Foram muitas vivências transformadoras – entre elas a aula de Autossuperação e perseverança com a nossa diretora Melina Flores, coreografias surpreendentes – incluindo a cativante coreografia da nossa instrutora Taty Nascimento, refeições com os sabores da Nossa Cultura, praia e piscina com os amigos, festas e shows, conversas e momentos de reforçar os laços de amizade com praticantes do mundo inteiro. Abaixo as fotos do Jurerê Beach Village, local do evento e da vivência com a Professora Melina Flores.

    jurereinternacional_beachvillage

    banner_cursos

    Em agosto, teremos nosso DeRose Festival em Atibaia, mas as vagas já estão esgotadas!

  • Limpando & Reciclando

    limpando_reciclando

    No Dia Mundial do Meio Ambiente, próximo sábado, dia 1 de junho, as praias do Rio de Janeiro ganharão um presente: um grande mutirão para retirar das areias cariocas o máximo de lixo e microlixo com sacolas plásticas recicláveis. Será um dia de conscientização da população sobre o descarte correto do lixo, ressaltando a importância da sustentabilidade.

    Instituições de educação, cursos de idiomas, informática, artes marciais, universidades, escolas públicas, escolas de surfe, de futebol, de mergulho, dentre outros, estão convidados a participar. O Método DeRose não poderia ficar de fora! Estaremos juntos, mais uma vez, em prol da melhoria do meio ambiente e o bem estar de todos.

    A coleta terá início às 10 horas e término às 13 horas na Praia de Ipanema, saindo da Pedra do Arpoador (Posto 7) até a rua Garcia D’Avila.

    Faça a sua parte e traga familiares e amigos para participar!

    Para mais informações sobre o projeto Clean Up the World visite: www.institutoaqualung.com.br

  • Ações sociais

    A união e o engajamento das nossas Escolas, instrutores e alunos contribuem com inestimáveis serviços à comunidade, pois participamos ativamente em causas sociais e humanitárias. Em fevereiro deste ano fizemos doações em apoio às crianças de Xerém, arrecadando materiais didáticos. Nosso sincero agradecimento em nome de cada sorriso gerado e coração confortado a todos os que participaram! Abaixo alguns registros deste momento especial!

    acao-social-metodo-derose-material-didatico

    Desde o meio de abril começamos as arrecadações de doações de roupas para a Campanha do Agasalho. Se você tem interesse em contribuir, venha até a nossa Escola: Av. N. S. Copacabana, 583/306, de 10h às 21h, até o dia 29/5. Esta é a reta final para darmos a muitas pessoas um inverno mais aconchegante.

  • Professora Yael no Rio de Janeiro

    Em maio contamos com mais uma visita ilustre na Cidade Maravilhosa: Yael Barcesat é uma grande referência no Método DeRose, diretora da Sede Decana em Buenos Aires, escritora e demonstradora de coreografia em nível Profissional. A possibilidade de aprender com profissionais de diversos países do mundo é um grande diferencial para a qualidade dos nossos instrutores e o aprofundamento da vivência pelos nossos alunos. Os cursos serão abertos a todos os alunos e ocorrerão no fim de semana dos dias 25 e 26.

    Faremos o curso O treinamento na Nossa Cultura, focado em desenvolver a alta performance do praticante, e o curso Mantra, vibração infinita, o qual ensina a combinação específica de sons e ultrassons que nos proporcionam mais força, poder e energia.

  • Entrevista com Carina Casuscelli

    Carina Casuscelli: artista e praticante do Método DeRose

    Carina-Casuscelli-A-Moda-esta-em-baixa

    Carina Casuscelli, artista multimídia, é graduada em Moda e Artes Cênicas, co-fundadora  da Companhia Nova de Teatro – que este ano completa 12 anos, coordenadora do Projeto Multimídia Sinais  que integra pessoas com ou sem deficiência nas artes. Foi contemplada por diversos prêmios nacionais e  internacionais na área de moda e teatro.

    Como o teatro entrou na sua vida? Conte-nos um pouco sobre sua carreira artística.

    Sempre gostei muito de ler, criar situações cênicas, então no colégio, na apresentação de trabalhos, sempre aproveitava para dirigir, escrever e encenar. Com 13 anos comecei a estudar a sério artes cênicas em uma escola profissionalizante e descobri os bastidores da montagem, figurino, maquiagem, organização e então não larguei mais.

    No meu trabalho pessoal sempre gostei de investir em temáticas que me inquietam, como a desigualdade social e os conflitos existentes na sociedade, mas que para o mercado não tem muita relevância. Por isso invisto nos meus projetos do coração como A Moda esta em baixa: pela democracia dos corpos!, um projeto de moda e performance para mulheres reais, mulheres com nanismo, gordinhas, alta, cadeirantes. Teve grande sucesso de público e mídia, já recebemos prêmios, mas ainda não conseguimos patrocínio, nem de empresas que se dizem a favor da diversidade.

    Como surgiu o seu interesse pelo Método DeRose?

    Uma colega bailarina praticava e me aconselhou devido ao trabalho plástico que envolve a arte do corpo, e voz que a Companhia Nova de Teatro desenvolve.

    Na época estávamos com a peça Dr Faustus liga a luz de Gertrude Stein e o trabalho cênico corporal era intenso! A pratica do Método DeRose foi muito importante para a preparação e a concentração que o espetáculo exigia. Era importante aliar respiração, voz, força, agilidade, permanência e concentração.

    Ao longo da carreira no teatro quais obstáculos foram e/ou são mais significativos? De que forma o Método DeRose tem contribuído na superação destes obstáculos?

    Fazer arte é uma luta constante, escrever o projeto em editais, planejar, produzir, bancar um sonho, falta de verba, espaço e lidar com os imprevistos fazem parte da vida dos “fazedores do teatro” .

    Desde que comecei a praticar o Método DeRose, vi minha evolução corporal, minha concentração e foco melhorar, principalmente o exercício da superação: não conseguir realizar uma técnica orgânica hoje não significa que você não conseguirá fazer amanhã. Este processo exige concentração, foco no que se está realizando e estar disposto a se dedicar e focar no ponto em que deseja alcançar. Levo esta lição para a minha vida pessoal e profissional.

    Observar os instrutores do Método realizando as coreografias com tanta leveza, beleza, sorriso no rosto e concentração nos inspira a chegar lá!

    Qual o seu maior sonho? Como você vê que o Método DeRose contribui nesse sentido?

    Dar visibilidade aos projetos de forma artística e não só assistencialista.

    Sensibilizar os empresários da importância de apoio  para os projetos de Moda e Teatro nas comunidades da Zona Norte aqui no Rio, promover intercâmbios artísticos, produzir muitos espetáculos, desfiles e vídeos. Realizar coreografia com a perfeição dos Instrutores do Metodo DeRose é meu maior sonho, pois o nosso próximo trabalho será em teatro físico.

    Quais a principais técnicas do Método que você vê hoje sendo aplicadas na sua vida artística e na sua vida de maneira geral? E quais os principais conceitos?

    A prática básica todos os dias antes dos ensaios é muito importante: técnicas de descontração, os respiratórios, a permanência nas técnicas corporais são muito importantes para o trabalho do artista no nível pessoal, pois ficamos horas em uma sala de ensaio, enfrentando problemas externos e com a produção no momento da concretização artística, o que sem foco poderia influenciar negativamente.

    Que experiência ou reflexão você deixa para os outros artistas?  

    Em um País no qual a arte sobrevive pelo amor dos artistas, o importante é acreditar na potencialidade do trabalho, agregar parceiros para a realização de um sonho em conjunto, saber esperar, agir com sabedoria e nunca desistir!