• A prática projeta-se para o dia a dia

    O praticante mais iniciante gosta das técnicas que está aprendendo e envolve-se com a vivência dentro da sala de aula; porém ainda não tem a experiência e o tempo de assimilação suficientes para continuar aplicando o que aprendeu fora dela.

    Mas a disciplina na prática dá os seus frutos e um belo dia ele percebe que está movimentando-se pelo mundo de forma mais consciente: ao subir uma escada – mantendo a consciência na respiração; ao fechar uma porta – agora com mais sutileza; ao caminhar pela praia ou pelo parque – utilizando ainda uma respiração ritmada sincronizada com os passos; ao fazer um trekking – e chegar ao topo da montanha vitalizado; ao correr para entrar no metrô – e sentir a musculatura descansada e forte a qualquer momento do dia, sem necessidade de aquecimento.

    Essas descobertas tornam-se importantes para estimular o iniciante a continuar se dedicando à prática, certo agora das transformações que estão acontecendo.

    Sendo assim, da próxima vez que você sentar na frente do computador para trabalhar, sente-se em ásana; quando estiver em pé na fila do supermercado, permaneça em ásana; ao deitar para dormir, ou descansar… deite-se em ásana. Deixe que a prática, que você faz talvez apenas duas vezes por semana com o seu instrutor, simplesmente se espalhe e cresça no seu dia a dia!

    IMG_7486

    Capítulo do livro Inteligência Corporal, da Profa. Melina Flores – @meliflor81

Author:


Leave a comment

If you want to share your opinion, leave a comment.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

  • Sonia Maria Borges says:Reply
    15 de dezembro de 2014 at 17:05

    Amei

  • Sonia Maria Borges says:Reply
    15 de dezembro de 2014 at 17:12

    Simples Assim Ameiii